fbpx

Conheça o Blues🎶

blues é um gênero e forma musical originado por afro-americanos no extremo sul dos Estados Unidos em torno do fim do século XIX.

O gênero é caracterizado por suas letras, linhas de baixo e instrumentação. Os primeiros versos tradicionais de blues consistiam em uma única linha repetida quatro vezes. Foi apenas nas primeiras décadas do século XX que a estrutura corrente menos comum tornou-se padrão: o padrão AAB, consistindo de uma linha cantada sobre as quatro primeiras, sua repetição nas quatro próximas e, em seguida, uma linha de conclusão mais longa sobre as últimas linhas. Os primeiros blues muitas vezes tomavam a forma de uma narrativa livre, relacionando frequentemente os problemas experimentados na sociedade afro-americana.

Nosso aluno João Pedro Camargo de Miranda mostra um pouco de como é esse ritmo:

Gostaram? Qual ritmo gostariam de ler e ouvir por aqui?

O que o Isolamento Social ensinou aos alunos do 9ºA? (2020)

O isolamento social me ensinou…

Ana Clara dos Santos:

… ter mais calma, mais motivação aos estudos, saber que tudo pode mudar.

Bianca Silva:

… fazer algumas comidas e dar mais valor aos momentos com a família.

Breno Benedito:

… desenhar melhor.

Camille de Oliveira:

… ter mais paciência, que não precisamos ficar estressados com coisas pequenas.

Eduardo Pires:

ter mais paciência.

Efraim Lima:

… como se divertir dentro de casa, ter mais compaixão com as pessoas que amo.

Emily de Souza:

… tirar um tempo pra mim, saber quem são os amigos de verdade e aprender coisas que eu nunca imaginei fazer.

Emmanuel Yokoyama:

… valorizar os momentos que estou na escola com os amigos, me ensinou novas coisas, incentivou a fazer cursos.

João Marciano:

 que posso ir muito além do que esperava.

Lívia Gonçalves:

… ajudar minha mãe em trabalhos domésticos, dar valor nas aulas presenciais, melhorar em muitos jogos.

Lucas Teodorelli:

… a estudar.

Maria Cláudia:

 … nunca sabemos o dia do amanhã, que contato físico é importante, o amor pelos meus amigos e família, descobrir as verdadeiras amizades.

Miguel Sampaio:

 … fazer músicas, importar com as pessoas, lidar com situações constrangedoras.

Vinícius Ribeiro:

… a organização é essencial em nossas vidas, pois sem ela tudo sai dos eixos e se torna uma bagunça.

O que o Isolamento Social ensinou aos alunos do 8ºA? (2020)

O isolamento social me ensinou…

Arthur Óliver:

 … ter mais paciência, encontrar novas soluções para problemas, ser mais organizado, descobrir novos entretenimentos, ser grato, dar importância aos familiares, ter mais tempo pra mim e viver intensamente.

Artur Neves:

… cozinhar muito.

Brenda de Matos:

 … dar valor nas pequenas coisas.

Caio Ervanovite:

 … sentir gratidão à vida.

Carolina Santos:

 … que a presença das pessoas é muito importante e sempre que possível, devemos abraçá-las, demonstrar carinho.

Cauã Machado:

 … interagir mais com a família.

Daniel Santiago:

 … ter paciência e seguir as recomendações da OMS.

Gabriel Marcheze:

 … ser uma pessoas mais calma, aprendi alguns truques  da culinária, e agora faço meus lanches.

Gabriela Rossi:

 … dar valor nas pequenas coisas e ações do dia a dia, apreciar o sol, valorizar a liberdade, ser paciente, agradecer pela vida e oportunidades.

Giovana Francisco:

… valorizar mais nossos amigos e família.

Isabelle Lucas:

 … me fez descobrir e refletir.

Isadora Gonçalves:

… dar valor às amizades.

Izabelle Rangel:

…  que o uso excessivo do celular faz mal.

Jean de Melo:

… conversar mais com a família e dividir ideias.

João Pedro Miranda:

… passar mais tempo com a família e menos com os amigos.

João Pedro Rocha:

… assistir filme do Adam Sandler com a família, cura qualquer mágoa familiar.

João Vitor Vilfredo:

… aproveitar mais a vida e as pessoas que estão conosco ao máximo.

Letícia Alves:

… desenhar, cozinhar, tocar violão, e que precisamos do contato humano.

Luiz Guilherme Marcondes:

… preocupar mais com as pessoas e cuidar da saúde.

Maria Ayumi:

… cozinhar melhor e fazer coisas novas e diferentes.

Maria Clara Cotrim:

… ter paciência e mais criatividade.

Mariana Ribeiro:

… ser mais paciente, refletir sobre o dia a dia.

Mirella Guimarães:

… ser mais paciente e atenciosa, dar valor nas coisas simples do dia a dia.

Rafael Souza:

… ter mais empatia, valorizar a família e amizades.

Thaís Silvério:

… valorizar mais a vida e os momentos com a pessoas que amamos, e dizer sempre EU TE AMO.

Vitor Silvério:

 … ser solidário, paciente e equilibrado.

O que o Isolamento Social ensinou aos alunos do 6º B? (2020)

O isolamento social me ensinou…

Bruna Cavalhero:

… a ser mais forte, ter mais esperança, ser mais paciente, valorizar meus amigos e família e ser solidária.

João Bonelli:

… ficar dentro de casa, longe do perigo. Me aproximou mais da minha família. Usar a máscara quando sair de casa. Ficar junto com a família.

Laryssa dos Santos:

… ser mais calma,  me concentrar mais e aprender coisas novas.

Letícia Antunes:

… ter mais união junto à família.

Lívia Krauss:

… ter paciência, empatia, cuidado, consciência e fazer coisas diferentes no dia a dia.

Luíza Antunes:

… ter paciência com as pessoas, e ficar mais com a família.

Pedro Bacalgini:

… ser mais paciente, e que ficar em casa é importante para manter as  pessoas que amamos em segurança.

Vinícius Rodrigues:

… valorizar as pessoas que precisam sair de casa para trabalhar.

O que o Isolamento Social ensinou aos Alunos do 6ºA? (2020)

O isolamento social me ensinou…

Daniel Figueira:

… a importância do contato presencial com a família e a sociedade.

Eduarda Colliselli:

… mesmo que não estejamos perto uns dos outros fisicamente, todos os nossos espíritos estão juntos, e que temos de nos apoiar, uns aos outros.

Hetni Camargo:

… não sou nada sem minha família.

Isadora de Souza:

… conversar mais com os amigos, brincar mais com o cachorro, ler mais gibis, escrever bastante, passar mais tempo com a família.

Receita de Esfiha de Carne

INGREDIENTES:

MASSA:

1 envelope de fermento biológico seco (10g)

3 colheres de sopa açúcar

1 copo água morna (200ml)

 4 colheres de sopa azeite

3 e 1/4 xícaras de chá farinha de trigo (400g)

RECHEIO:

500 g carne moída

1 cebola média picada

3 tomates picados

Cheiro Verde a gosto

1 limão espremido

Sal a gosto

MODO DE PREPARO:

MASSA:

Misture a água, o fermento e o açúcar em um recipiente e deixe descansar por 15 minutos.

Depois acrescente o azeite e a farinha aos poucos e mexa até desgrudar do recipiente e das mãos, e então comece a sovar. Depois deixe descansar por 45 minutos para a massa crescer.

CARNE:

Enquanto isso faça a carne:

Misture bem a carne moída com a cebola, os tomates, cheiro Verde, o limão e o sal, depois leve para uma panela e cozinhe.

Tire toda a água da carne.

RECHEANDO A MASSA:

Faça bolinhas do mesmo tamanho com a massa, depois abra e coloque o recheio (carne moída) e feche a massa em formato de um “triângulo”.

Leve ao forno pré-aquecido em 180° e deixe por 30 minutos.

Prontinho!!!

Respostas das Palavras Cruzadas- IDEIANews 1/2019

* VARIANTES LEXICAIS

01) Formação de novos termos ou expressões de uma língua, que surgem na maioria das vezes para suprir necessidades ou lacunas temporárias ou permanentes com relação a um novo conceito. 
R. Neologismo

02) Usado com a ideia de definir um palavreado próprio de uma atividade, sociedade, grupo, podendo abranger também um determinado esporte, uma profissão ou mesmo uma arte.
R. Jargão

03) O uso de expressões que não se enquadram no padrão culto é considerado.
R. Vulgarismo

04) Fenômeno de linguagem especial que consiste no uso de uma palavra não convencional para designar outras palavras formais da língua.
R. Gíria

05) Consiste no uso exagerado e desnecessário de palavras de outros idiomas em vez das formas equivalentes em português.
R. Estrangeirismo

* FIGURAS DE LINGUAGEM

06) Consiste em utilizar uma palavra ou uma expressão em lugar de outra, sem que haja uma relação real, mas em virtude da circunstância de que o nosso espírito as associa e depreende entre elas certas semelhanças.
R. Metáfora

07) Ocorre quando se tentam reproduzir na forma de palavras os sons da realidade.
R. Onomatopéia

08) É a expressão intencionalmente exagerada com o intuito de realçar uma ideia.
R. Hipérbole

09) Consiste em dizer o contrário do que se pretende ou em satirizar, questionar certo tipo de pensamento com a intenção de ridicularizá-lo, ou ainda em  ressaltar algum aspecto passível de crítica.
R. Ironia

* GÊNEROS NARRATIVOS

10) É um gênero narrativo de ficção escrito em prosa, extenso e que apresenta personagens por meio de sua psicologia, destino e aventuras.
R. Romance

11) É um gênero textual narrativo típico de jornais e revistas. Seus temas, em geral, são ligados à vida cotidiana urbana.
R. Crônica

* FLEXÕES DO VERBO

12) PASSA SEMPRE E MUITO RÁPIDO. R. Tempo

13) ALGUMAS PESSOAS TEM, OUTRAS NÃO. R. Medo

14) É INFINITO. R. Número

15) FAZ PARTE DO NOSSO CONVÍVIO. R. Pessoa

Rolar para o topo